Tutorial

Como criar um servidor de Minecraft no Ubuntu 18.04

JavaUbuntu 18.04

O autor selecionou a Tech Education Fund para receber uma doação como parte do programa Write for DOnations.

Introdução

O Minecraft é um jogo de videogame no estilo sandbox muito conhecido. Lançado originalmente no ano de 2009, o jogo permite que os jogadores construam, explorem, criem e sobrevivam em um mundo gerado em 3D constituído por blocos. No final de 2019 ele era o segundo jogo de videogame mais vendido de todos os tempos. Neste tutorial, você criará seu próprio servidor do Minecraft para que você e seus amigos possam jogar juntos. Você instalará especificamente os pacotes de softwares necessários para executar o Minecraft, configurará o servidor para ser executado e, sem seguida, implantará o jogo.

De maneira alternativa, explore o Minecraft com um clique da DigitalOcean: servidor edição Java como outro caminho de instalação.

Este tutorial utiliza a versão Java do Minecraft. Se você comprou sua versão do Minecraft na App Store da Microsoft, você não poderá se conectar a este servidor. A maioria das versões do Minecraft compradas em consoles de jogos, como o PlayStation 4, Xbox One ou Nintendo Switch também são versões do Minecraft da Microsoft. Esses consoles também não conseguirão se conectar ao servidor criado neste tutorial. Você pode conseguir sua versão Java do Minecraft aqui.

Pré-requisitos

Para seguir este guia, você vai precisar do seguinte:

  • Um servidor com uma instalação recente do Ubuntu 18.04, um non-root user com privilégios sudo e o SSH habilitado. Você pode seguir este guia para inicializar seu servidor e completar esses passos. O Minecraft tem muitos recursos. Desse modo, lembre-se disso ao selecionar o tamanho do servidor. Se estiver usando a DigitalOcean e precisar de mais recursos, é possível redimensionar seu Droplet para adicionar mais CPUs e memória RAM.

  • Uma cópia do Minecraft Edição Java instalado em uma máquina local Mac, Windows ou Linux.

Passo 1 — Instalando os pacotes de softwares necessários

Com seu servidor inicializado, o primeiro passo será instalar o Java, pois você precisará dele para executar o Minecraft.

Atualize o índice do pacote para o gerenciador de pacotes do APT:

  • sudo apt update

Em seguida, instale a versão 8 do Java OpenJDK, especificamente o JRE sem periféricos. Esta é uma versão mínima do Java, que remove o suporte para aplicativos GUI. Ela é ideal para executar aplicativos Java em um servidor:

  • sudo apt install openjdk-8-jre-headless

Também é necessário usar um software chamado screen para criar sessões de servidor removível. O screen permite que você crie uma sessão de terminal e se desanexe dela, deixando o processo iniciado e em execução. Isso é muito importante, pois se você iniciar o servidor e fechar o terminal, isso encerrará a sessão e interromperá o servidor. Instale o screen:

  • sudo apt install screen

Com o Java instalado, você baixará o servidor do Minecraft no site oficial.

Passo 2 — Fazendo o download da versão mais recente do Minecraft

Agora, é necessário baixar a versão atual do servidor do Minecraft. Faça isso indo até site do Minecraft e copiando o link que diz Download minecraft_server.​​​ X.X.X.jar, onde o X é a versão mais recente do servidor.

Agora, é possível usar o wget e o link copiado para baixar o servidor:

  • wget https://launcher.mojang.com/v1/objects/bb2b6b1aefcd70dfd1892149ac3a215f6c636b07/server.jar

Se você deseja atualizar seu servidor do Minecraft, ou, caso queira executar diferentes versões do Minecraft, renomeie o server.jar baixado para minecraft_server_1.15.2.jar, correspondendo os números da versão destacados à versão que você acabou de baixar:

  • mv server.jar minecraft_server_1.15.2.jar

Se quiser baixar uma versão mais antiga do Minecraft, encontre-os arquivados em mcversions.net. No entanto, este tutorial se concentrará na versão mais recente. Com o download em mãos, vamos começar a configurar seu servidor do Minecraft.

Passo 3 — Configurando e executando o servidor do Minecraft

Agora que você tem o jar do Minecraft baixado, está tudo pronto para executá-lo.

Primeiro, inicie uma sessão screen executando o comando screen:

  • screen

Assim que você tiver lido a faixa que apareceu, pressione SPACE. O screen exibirá uma sessão de terminal normalmente. Essa sessão estará desanexada, o que significa que você conseguirá iniciar um comando aqui e deixá-lo em execução.

Agora, você pode executar sua configuração inicial. Não se preocupe se o comando a seguir mostrar um erro. O Minecraft criou sua instalação desta maneira para que os usuários tenham que primeiro aceitar o acordo de licenciamento da empresa. Você fará isso a seguir:

  • java -Xms1024M -Xmx1024M -jar minecraft_server_1.15.2.jar nogui

Antes de examinar o resultado deste comando, vamos dar uma olhada mais detalhada em todos esses argumentos da linha de comando que estão ajustando seu servidor:

  • Xms1024M: configura o servidor para ele ser executado com 1024MB ou 1GB de memória RAM. Você pode aumentar esse limite se quiser que seu servidor seja executado com mais memória RAM. Tanto o M para megabytes quanto o G para gigabytes são opções compatíveis. Por exemplo: o Xms2G iniciará o servidor com 2 gigabytes de RAM.

  • Xmx1024M: configura o servidor para usar no máximo 1024M de memória RAM. Você pode aumentar esse limite se quiser que seu servidor seja executado em um tamanho maior, permitir mais jogadores ou se você sentir que o servidor está lento.

  • jar: este sinalizador especifica qual arquivo jar do servidor será executado.

  • nogui: diz ao servidor para não iniciar uma GUI, pois este é um servidor e você não possui uma interface gráfica de usuário.

A primeira vez que você executar este comando (que normalmente inicia seu servidor) ele gerará, em vez disso, o seguinte erro:

Output
[22:05:31] [22:05:31] [main/ERROR]: Failed to load properties from file: server.properties [22:05:31] [main/WARN]: Failed to load eula.txt [22:05:31] [main/INFO]: You need to agree to the EULA in order to run the server. Go to eula.txt for more info.

Esses erros foram gerados porque o servidor não encontrou dois arquivos necessários para sua execução: o EULA (Contrato de Licença de Usuário Final), encontrado em eula.txt e o arquivo de configuração server.properties. Felizmente, como o servidor não encontrou esses arquivos, ele os criou em seu diretório de trabalho atual.

Primeiro, abra o eula.txt no nano ou em seu editor de texto favorito:

  • nano eula.txt

Dentro deste arquivo você verá um link para o EULA do Minecraft. Copie a URL:

~/eula.txt
#By changing the setting below to TRUE you are indicating your agreement to our EULA (https://account.mojang.com/documents/minecraft_eula).
#Tue Mar 24 22:05:31 UTC 2020
eula=false

Abra a URL em seu navegador Web e leia o acordo. Em seguida, volte para seu editor de texto e encontra a última linha no eula.txt. Lá, altere o eula=false para eula=true. Agora salve e feche o arquivo.

Após aceitar o EULA, é hora de configurar o servidor para suas especificações.

Em seu diretório de trabalho atual, você também encontrará o arquivo recém-criado chamado server.properties. Este arquivo contém todas as opções de configuração para seu servidor do Minecraft. Você pode encontrar uma lista detalhada de todas as propriedades do servidor no Wiki oficial do Minecraft. Antes de iniciar o servidor, você modificará este arquivo com as configurações preferidas. Este tutorial abordará as propriedades fundamentais:

  • nano server.properties

Seu arquivo aparecerá assim:

~/server.properties
#Minecraft server properties
#Thu Apr 30 23:42:29 UTC 2020
spawn-protection=16
max-tick-time=60000
query.port=25565
generator-settings=
force-gamemode=false
allow-nether=true
enforce-whitelist=false
gamemode=survival
broadcast-console-to-ops=true
enable-query=false
player-idle-timeout=0
difficulty=easy
spawn-monsters=true
broadcast-rcon-to-ops=true
op-permission-level=4
pvp=true
snooper-enabled=true
level-type=default
hardcore=false
enable-command-block=false
max-players=20
network-compression-threshold=256
resource-pack-sha1=
max-world-size=29999984
function-permission-level=2
rcon.port=25575
server-port=25565
server-ip=
spawn-npcs=true
allow-flight=false
level-name=world
view-distance=10
resource-pack=
spawn-animals=true
white-list=false
rcon.password=
generate-structures=true
online-mode=true
max-build-height=256
level-seed=
prevent-proxy-connections=false
use-native-transport=true
motd=A Minecraft Server
enable-rcon=false

Vamos dar uma olhada em algumas das propriedades mais importantes nesta lista:

  • difficulty​​​ (padrão easy): define a dificuldade do jogo (por exemplo, quanto dano é causado e como os elementos afetam o jogador). As opções são peaceful, easy, normal e hard.

  • gamemode (padrão survival): define o modo de jogo. As opções são survival, creative, adventure e spectator.

  • level-name (padrão world): define o nome do servidor que aparecerá no cliente. Caracteres como o apóstrofo, podem precisar de caracteres de escape com uma barra invertida.

  • motd (padrão A Minecraft Server): a mensagem que é mostrada na lista de servidores do cliente do Minecraft.

  • pvp (padrão true): permite que os jogadores possam entrar em combates de jogador contra jogador. Se definido para true, os jogadores poderão entrar em combate e causar dano uns aos outros.

Assim que você tiver as opções desejadas definidas, salve e feche o arquivo.

Agora que você alterou o EULA para true e concluiu suas configurações, inicie seu servidor.

Como da última vez, vamos iniciar o servidor com 1024 MB de memória RAM. Vamos conceder (apenas desta vez) ao Minecraft a capacidade de utilizar até 4 GB de RAM se ele precisar. Lembre-se de que é possível ajustar esse número para se adequar às limitações do servidor ou necessidades do usuário:

  • java -Xms1024M -Xmx4G -jar minecraft_server_1.15.2.jar nogui

Aguarde a inicialização. Em breve, seu servidor do Minecraft começará a gerar um resultado como este:

Output
[21:08:14] [Server thread/INFO]: Starting minecraft server version 1.15.2 [21:08:14] [Server thread/INFO]: Loading properties [21:08:14] [Server thread/INFO]: Default game type: SURVIVAL [21:08:14] [Server thread/INFO]: Generating keypair [21:08:15] [Server thread/INFO]: Starting minecraft server on *:25565

Assim que o servidor estiver funcionando, você verá o seguinte resultado:

Output
[21:15:37] [Server thread/INFO]: Done (30.762s)! For help, type "help"

Seu servidor está funcionando e você foi levado ao painel de controle do administrador do servidor. Agora, digite help:

  • help

Uma saída como esta aparecerá:

Output
[21:15:37] [Server thread/INFO]: /advancement (grant|revoke) [21:15:37] [Server thread/INFO]: /ban <targets> [<reason>] [21:15:37] [Server thread/INFO]: /ban-ip <target> [<reason>] [21:15:37] [Server thread/INFO]: /banlist [ips|players] ...

A partir deste terminal, execute comandos doe administrador e controle o servidor do Minecraft. Agora, vamos utilizar o screen para manter seu novo servidor funcionando, mesmo após você fazer o logout. Em seguida, conecte-se ao cliente do Minecraft e inicie um novo jogo.

Passo 4 — Mantendo o servidor em funcionamento

Com o servidor pronto, precisamos deixá-lo em execução mesmo após você se desconectar da sessão SSH. Como você utilizou o screen anteriormente, saia desta sessão pressionando Ctrl + A + D. Agora você está de volta ao shell original.

Execute este comando para ver todas as sessões do screen:

  • screen -list

Você receberá um resultado com a ID de sua sessão, que você precisará para retomá-la.

Output
There is a screen on: 26653.pts-0.minecraft (03/25/20 21:18:31) (Detached) 1 Socket in /run/screen/S-root.

Para retomar sua sessão, passe o sinalizador -r para o comando screen e, em seguida, digite a ID dela.

  • screen -r 26653

Quando tudo estiver pronto para sair do servidor, certifique-se de desanexar-se da sessão com o Crtl + A + D e, em seguida, faça o logout.

Passo 5 — Conectando-se ao seu servidor a partir do cliente do Minecraft

Agora que o servidor está funcionando, vamos nos conectar a ele por meio do cliente do Minecraft. Em seguida, comece a jogar.

Execute sua cópia do Minecraft edição Java e selecione Multijogador no menu.

Selecione multijogador no menu

Em seguida, será necessário adicionar um servidor para se conectar. Clique no botão Adicionar servidor.

Clique no botão Adicionar servidor

Na tela Editar informações de servidor que aparece, dê um nome ao seu servidor e digite o endereço IP dele. Este é o mesmo endereço IP que você usou para se conectar via SSH.

Dê um nome ao seu servidor e digite o endereço IP

Assim que inserir o nome do servidor e o endereço IP, você será levado de volta à tela de multijogador, onde seu servidor estará listado.

Selecione seu servidor e clique em entrar no servidor

A partir de agora, seu servidor aparecerá nesta lista. Selecione-o e clique em Entrar no servidor.

Aproveite o jogo!

Você está em seu servidor e tem tudo pronto para jogar!

Conclusão

Você tem agora um servidor do Minecraft funcionando no Ubuntu 18.04 para você e seus amigos jogarem. Divirta-se explorando, criando e sobrevivendo em um mundo novo em 3D. Lembre-se: tome cuidado com os griefers.

0 Comments

Creative Commons License