Tutorial

Como instalar o Jenkins no Ubuntu 20.04

Server OptimizationUbuntu 20.04

Introdução

Quando confrontado com tarefas técnicas repetitivas, encontrar soluções de automação que funcionem pode ser uma tarefa árdua. Com o Jenkins, um servidor de automação de código aberto, você pode gerenciar eficientemente tarefas que vão desde a compilação até a implantação de software. O Jenkins é baseado em Java, instalado a partir de pacotes do Ubuntu ou baixando e executando seu arquivo de aplicativos web (WAR) — uma coleção de arquivos que constituem uma aplicação web completa para ser executada em um servidor.

Neste tutorial, instalaremos o Jenkins no Ubuntu 20.04, iniciaremos o servidor de desenvolvimento e criaremos um usuário administrativo para que você comece a explorar o que o Jenkins pode fazer. Embora você vá ter um servidor de desenvolvimento pronto para ser usado na conclusão deste tutorial, para proteger esta instalação para a produção, siga o guia How to Configure Jenkins with SSL Using an Nginx Reverse Proxy on Ubuntu 18.04.

Pré-requisitos

Para seguir este tutorial, será necessário:

Passo 1 — Instalando o Jenkins

A versão do Jenkins incluída com os pacotes padrão do Ubuntu está, frequentemente, atrás da versão mais recente disponível do projeto. Para garantir que você tenha as últimas correções e recursos, use os pacotes mantidos pelo projeto para instalar o Jenkins.

Primeiro, adicione a chave do repositório ao sistema:

  • wget -q -O - https://pkg.jenkins.io/debian-stable/jenkins.io.key | sudo apt-key add -

Depois que a chave for adicionada, o sistema irá retornar com um OK.

Em seguida, adicione o endereço do repositório de pacotes Debian ao sources.list do servidor:

  • sudo sh -c 'echo deb http://pkg.jenkins.io/debian-stable binary/ > /etc/apt/sources.list.d/jenkins.list'

Depois que os dois comandos foram digitados, executaremos o update para que o apt use o novo repositório.

  • sudo apt update

Finalmente, instalaremos o Jenkins e suas dependências.

  • sudo apt install jenkins

Agora que o Jenkins e suas dependências estão funcionando, vamos iniciar o servidor Jenkins.

Passo 2 — Inicializando o Jenkins

Vamos iniciar o Jenkins usando o systemctl:

sudo systemctl start jenkins

Como o systemctl não mostra saída de status, vamos utilizar o comando status para verificar se o Jenkins iniciou com sucesso:

  • sudo systemctl status jenkins

Se tudo correu bem, o começo da saída de status deve mostrar que o serviço está ativo e configurado para iniciar na inicialização:

Output
● jenkins.service - LSB: Start Jenkins at boot time Loaded: loaded (/etc/init.d/jenkins; generated) Active: active (exited) since Fri 2020-06-05 21:21:46 UTC; 45s ago Docs: man:systemd-sysv-generator(8) Tasks: 0 (limit: 1137) CGroup: /system.slice/jenkins.service

Agora que o Jenkins está funcionando, vamos ajustar nossas regras de firewall para que possamos acessá-lo a partir de um navegador Web para completar a configuração inicial.

Passo 3 — Abrindo o firewall

Para configurar um firewall UFW, veja o tutorial Initial Server Setup with Ubuntu 20.04, Step 4- Setting up a Basic Firewall Por padrão, o Jenkins é executado na porta 8080. Abriremos essa porta usando o ufw:

  • sudo ufw allow 8080

Nota: Se o firewall estiver inativo, os comandos a seguir permitirão o OpenSSH e habilitarão o firewall:

  • sudo ufw allow OpenSSH
  • sudo ufw enable

Verifique o status do ufw para confirmar as novas regras:

  • sudo ufw status

Você vai notar que o tráfego está autorizado para a porta 8080 a partir de qualquer lugar:

Output
Status: active To Action From -- ------ ---- OpenSSH ALLOW Anywhere 8080 ALLOW Anywhere OpenSSH (v6) ALLOW Anywhere (v6) 8080 (v6) ALLOW Anywhere (v6)

Com o Jenkins instalado e nosso firewall configurado, podemos completar o estágio de instalação e mergulhar na configuração do Jenkins.

Passo 4 — Configurando o Jenkins

Para configurar sua instalação, visite o Jenkins na sua porta padrão, 8080, usando o nome de domínio ou endereço IP do seu servidor: http://your_server_ip_or_domain:8080

Você deve receber a tela Unlock Jenkins, que exibe a localização da senha inicial:

Unlock Jenkins screen

Na janela do terminal, utilize o comando cat para mostrar a senha:

  • sudo cat /var/lib/jenkins/secrets/initialAdminPassword

Copie a senha alfanumérica de 32 caracteres do terminal e cole-a no campo Administrator password, e então clique em Continue.

A tela seguinte apresenta a opção de instalar plug-ins sugeridos ou selecionar plug-ins específicos:

Customize Jenkins Screen

Vamos clicar na opção Install suggested plugins, que iniciará imediatamente o processo de instalação:

Jenkins Getting Started Install Plugins Screen

Quando a instalação for concluída, você será solicitado a configurar o primeiro usuário administrativo. É possível ignorar este passo e continuar como admin usando a senha inicial que usamos acima, mas vamos gastar um tempo para criar o usuário.

Nota: o servidor padrão Jenkins NÃO é criptografado, então os dados apresentados com este formulário não estão protegidos. Consulte o tutorial How to Configure Jenkins with SSL Using an Nginx Reverse Proxy on Ubuntu 20.04 para proteger as credenciais de usuário e informações sobre as compilações que são transmitidas através da interface Web.

Jenkins Create First Admin User Screen

Digite o nome e senha para seu usuário:

Jenkins Create User

Você verá uma página Instance Configuration que pedirá que você confirme o URL preferido para sua instância Jenkins. Confirme o nome do domínio para seu servidor ou o endereço IP do seu servidor:

Jenkins Instance Configuration

Após confirmar as informações apropriadas, clique em Save and Finish. Você receberá uma página de confirmação informando “Jenkins is Ready!”:

Jenkins is ready screen

Clique em Start using Jenkins para visitar o painel principal do Jenkins:

Welcome to Jenkins Screen

Neste ponto, você completou a instalação do Jenkins com sucesso.

Conclusão

Neste tutorial, você instalou o Jenkins usando os pacotes fornecidos pelo projeto, iniciou o servidor, abriu o firewall e criou um usuário administrativo. Agora, você pode começar a explorar o Jenkins.

Quando você tiver completado sua exploração, siga o tutorial How to Configure Jenkins with SSL Using an Nginx Reverse Proxy on Ubuntu 20.04 para proteger suas senhas, bem como quaisquer informações sensíveis de produto ou de sistema que serão enviadas entre sua máquina e o servidor em texto simples usando o Jenkins.

Para saber mais sobre o que você pode fazer usando o Jenkins, confira outros tutoriais sobre o assunto:

Creative Commons License